Aula 04 de 05

BANCO DE DADOS AGORA MAIS PERTO DE VOCÊ!
COMO O POWER QUERY TORNA O SQL ACESSÍVEL PARA TODOS

SQL (Structured Query Language) é a linguagem universal para se comunicar com bancos de dados. Se você está aprendendo uma nova linguagem de programação ou trabalhando com dados, é importante saber SQL. Ele é usado para inserir, atualizar, selecionar e excluir dados em um banco de dados.

 

Power Query é uma ferramenta que permite importar e transformar dados de várias fontes, incluindo bancos de dados. Ele também possibilita a criação de consultas personalizadas usando SQL. Neste artigo, vamos mostrar como usar SQL em conjunto com o Power Query para obter dados de um banco de dados.

Entendendo SQL

 

Quando você gera um relatório em seu sistema de gestão (ERP), por trás dos panos ele está invocando um comando SQL, e falando para o Banco de Dados, que quer ver os dados “do cliente x” + “das datas y até z”.

 

Para que essa conversa entre o ERP e o SQL exista, precisa-se de um padrão de comunicação, e o mais legal, que todo banco de dados usa essa linguagem.

 

SQL é essa linguagem de consulta que permite acessar e manipular dados em um banco de dados. Ele se divide em quatro principais comandos: SELECT, INSERT, UPDATE e DELETE.

SELECT é usado para selecionar dados de uma tabela específica. Por exemplo, a seguinte consulta seleciona todos os dados (linhas e colunas) da tabela cujo nome é “TabelaClientes”.

 

 

    SELECT 

        * 

    FROM TabelaClientes

 

 

 

INSERT é usado para inserir novos dados em uma tabela. 

Por exemplo, Nesta “TabelaClientes” suponhamos que existam 3 campos: “nome”, “idade” e “endereço”.

E queremos incluir neste banco “Joviano” que tem “20” anos e mora na “Rua XYZ”.

Fazemos isso da seguinte maneira:

 

 

    INSERT 

    INTO TabelaClientes (nome, idade, endereco) 

    VALUES (‘Joviano’, 20, ‘Rua XYZ’)

 

 

UPDATE é usado para atualizar dados existentes em uma tabela. 

Como um bom exemplo, podemos querer alterar o endereço do “Joviano” da tabela acima, dizendo que agora ele mora na “Rua ABC”.

Fazemos isso da seguinte maneira:

 

 

    UPDATE TabelaClientes

    SET endereco = ‘Rua ABC’

    WHERE nome = ‘Joviano’

 


Imagine só, o tamanho do problema se nós esquecemos de colocar esse “WHERE”. Todos as linhas do banco seriam alteradas. Entendeu?

 

Veja esse vídeo que chamei atenção para a gravidade desse tema:

E aqui eu mostro um lugar onde você usar essa opção de forma pensada, e o “UPDATE SEM WHERE” é bem vindo:

DELETE é usado para excluir dados de uma tabela. 

E como exemplo, vamos continuar com “o coitado” do Joviano:

 

 

    DELETE FROM TabelaClientes 

    WHERE nome = ‘Joviano’

 

 

E ainda tem mais dois, que são aplicados à tabela toda, que são o DROP e o TRUNCATE.

 

Quando executamos DROP TABLE TabelaClientes estamos excluindo a tabela de nosso banco de dados, e quando usamos o TRUNCATE TABLE TabelaClientes estamos apenas limpando todas as informações da tabela, mas ela continua existindo, porém vazia.

Conectando ao banco de dados SQL com Power Query e Importando Dados

 

Para se conectar a um banco de dados usando o Power Query, você precisa ter acesso aos detalhes de conexão, como o nome do servidor, o nome do banco de dados e as credenciais de login.

 

No Power Query do Excel você pode invocar o banco de dados neste menu:

Ou no Power BI temos para o SQL Server (por exemplo), um botão fácil de visualizar:

Em ambos casos, abrirá uma tela te pedindo os dados do servidor, que neste caso usarei uma base aqui denominada “localhost” e o banco que vou usar o “TESTE99”

Agora basta selecionar o nome da(s) tabela(s) que desejamos importar para o Power Query, visualizar uma prévia que aparece no lado direito, e clicar em TRANSFORMAR DADOS:

Prontinho! O Editor Power Query está conectado em seu banco de dados e pronto para fazer consulta direto nele através do toque do mouse.

Questões de Permissão e Segurança

 

Quando se trata de acessar e manipular dados de um banco de dados, é importante levar em conta questões de permissão e segurança. Isso inclui garantir que somente usuários autorizados tenham acesso aos dados e que as informações sensíveis estejam protegidas contra acesso não autorizado.

 

Já pensou se qualquer um que tiver acesso ao Banco de Dados tiver acesso à tabela de “Salarios”? Mas é um problema que não envolve só o Time do BI e Power Query, e sim um cuidado que os gestores de permissões têm com qualquer novo colaborador do TIME DE T.I.

 

Quando se conecta a um banco de dados usando o Power Query, é necessário fornecer credenciais de login válidas. Essas credenciais são usadas para garantir que somente usuários autorizados tenham acesso aos dados. Além disso, é importante manter essas credenciais seguras e evitar compartilhá-las com pessoas não autorizadas.

 

O Power Query mantém isso criptografado, ou seja, uma vez que você informa a senha, ela fica no fonte do programa, diferentemente do Python, que você tem que ter ela (a senha) EXPLICITA em algum lugar do comando.

 

Então quando você estiver em seus estudos em sua máquina, vai estar tudo liberado, mas quando estiver em ambiente corporativo, provavelmente cada tabela que precisar de acesso, alguém terá que liberar para você.

 

Mas em empresas grandes, com a cultura onde SQL é um pré-requisito das funções administrativas, existem politicas que enquadram usuários em GRUPOS e as permissões são dadas ao GRUPO, e essas liberações são feitas para todos (que fazem parte do grupo) de uma única vez.

 

Conclusão

 

SQL e Power Query são ferramentas poderosas para trabalhar com dados de banco de dados. 

SQL permite acessar e manipular dados, enquanto o Power Query permite importar e transformar esses dados de forma fácil e intuitiva. 

Juntos, eles permitem obter dados precisos e relevantes para suas necessidades.

 

No WORKSHOP DO WEBSCRAPING AO DASHBOARD que convidei você a se inscrever gratuitamente, eu ensinei:

 

– Fazer Raspagem de Dados na WEB com Python

– Instalar o SQL Server em sua máquina

– Inserir os dados no Banco de Dados SQL

– Consumir esses dados no Painel do Power BI

 

Um projeto de ponta a ponta onde uso um pouco de cada uma das Linguagens que ensino para meus alunos do curso pago, mas aqui, de forma gratuita para você.

 

Se não se inscreveu ainda, clica preenche o Formulário que está a seguir.

Você vai receber

Mais de 20 horas de conteúdo

Receba esse material gratuito, clique abaixo e se inscreva.

É fácil você ter todo esse material!

Faça abaixo o seu cadastro que enviarei um email com todo o material para você estudar e aprender com o Jovi!

Esses dados serão utilizados para entrarmos em contato com você e disponibilizarmos mais conteúdos e ofertas. Caso você não queira mais receber os nosso emails, cada email que você receber, incluirá ao final, um link que poderá ser usado para remover o seu email da nossa lista de distribuição.

Para mais informações, acesse:https://klickpages.com.br/politica-de-privacidade/


Quem é

Meu nome é Joviano Silveira, sou contador há 10 anos e com mais de 15 anos de experiência, pós-graduado em finanças e controladoria e atualmente estou como Controller na Wanke SA.

Estou atuando como professor de cursos de Excel, Power Query, Power BI e também Cientista de Dados amante de Python.

Após anos de trabalho nas áreas de auditoria, consultoria, controles internos e controladoria, implemento meu conhecimento em maximizar o uso ferramentas de análise de dados para gerar otimizações e melhores controles nas organizações, aumentando assim seu resultado, com menor custo possível.

Em 2022 fui agraciado pela Microsoft com o título de MVP (Most Valuable Professional) na categoria Data Platform pelas contribuições realizadas para a comunidade brasileira de dados. Expertise reconhecida no trabalho com as ferramentas de BI Microsoft